Arquivo da tag: Hacking place

#Noticias – Grupo de jovens invade e escala topo do novo prédio mais alto de Londres.

Um grupo de invasores conseguiu entrar no Shard (O Caco de Vidro), o edifício mais alto da Europa ocidental, com 309,7 metros, e escalar até o seu topo.

Fotografias feitas no alto do arranha-céus foram postadas no blog Place Hacking(Hacking de Lugares), que reúne este e outros feitos do grupo invasores em diferentes edifícios europeus.

A proeza teria sido realizada em dezembro, quando o grupo conseguiu burlar a segurança do edifício e subir em um guindaste situado no topo do edifício.

Um porta-voz da empresa que edificou o Shard afirmou que a segurança no edifício foi reforçada após o incidente.

Bradley Garret, o líder da trupe de autointitulados ”exploradores urbanos” e que comandou a invasão do Shard disse que o grupo de invasores está pesquisando alvos na cidade e em outras cidades europeias para realizar sua próxima façanha.

Eles dizem que o feito deles é uma forma de manifestar seu amor por Londres e por espaços urbanos.

Relato
Os invasores afirmaram ter entrado no prédio às 2h da madrugada do horário local, perto da estação de metrô de London Bridge, na região central de Londres. Em seguida, eles subiram até o 76° andar.

Em seu blog, os representantes do grupo afirmaram: ‘Nós esperamos o guarda terminar o seu turno e entrar em sua cabine”.

”Esperamos alguns minutos até termos certeza de que era seguro pegar a passarela. Nós nos penduramos aos tubos dos andaimes e, assim, nos segurando aos tubos gelados, conseguimos nos lançar na passarela”, disse o grupo em seu relato.

”Abaixados, conseguimos passar para o outro lado do andaime, atrás da cabine de segurança, onde pudemos ver o guarda assistindo TV, mas não as imagens da câmera de segurança.”

”Rapidamente, cruzamos o pátio e achamos a escadaria central, parando apenas para ver se havia alguma reação. Mas tudo estava silencioso.”

Mundo microscópico
Eles descrevem o momento em que alcançaram o vertiginoso cume do edifício. ”Estávamos tão no alto que eu não conseguia ver nada se mexendo ao nível da rua. Nenhum ônibus, nada de carros, apenas luzes e linhas de trem que pareciam rios convergentes. Um circuito urbano gigante.”

Um representante do Sellar Property Group, a construtora do Shard, e da empreiteira Mace, afirmou: ‘Acreditamos que isso tenha sido um incidente que ocorreu quando estávamos realizando obras na estrutura e na base do edifício. Foi descoberta uma brecha e nós reforçamos a segurança imediatamente. Atualmente, a segurança no local é forte, com 14 guardas continuamente trabalhando e com 25 câmeras de segurança com sistema de alarme a laser”.

Um porta-voz da Polícia Metropolitana de Londres afirmou que não foram feitas reclamações e que, por isso, nenhuma ação foi tomada.

Os chamados ”hackers de lugares” não foram os primeiros intrusos no Shard. Em fevereiro do ano passado, foi descoberta uma raposa no 72° andar, vivendo à base de restos de comida deixados pelos operários da construção. fonte

Anúncios
Etiquetado , ,