#Noticias – Amy Hildebrand.

A fotógrafa americana Amy Hildebrand nasceu cega por causa do albinismo. Na infância e na adolescência, ela passou por tratamentos médicos e passou a enxergar algumas cores, formas e sombras. Apesar das limitações de sua visão, Amy optou por se graduar em fotografia.

Após a sua recuperação Amy criou o projeto 1000 dias 1000 fotos. O seu trabalho como fotografa vem sendo visto pelo mundo inteiro, pela qualidade de seus trabalhos, visitei o site e achei muito bom o trabalho que ela faz, realmente são fotos encantadoras de deixar os apreciadores de boas fotos de boca aberta.

Continuar lendo

Anúncios
Etiquetado , ,

#Noticias/Games – Videogame ajuda a diminuir pesadelos de soldados.

Cena do game Call of Duty pode 'acostumar' soldados aos atos de violência da guerra.

Um dos argumentos contra os videogames é que alguns jogos podem nos deixar imunes e insensíveis à violência. De acordo com críticos, a pancadaria na tela poderia tornar a violência real mais aceitável em outros aspectos da vida dos jogadores.

O que seria uma característica negativa, no entanto, pode ajudar soldados que tiveram experiencias reais de batalha a dormirem melhor. De acordo com um novo estudo, 98 militares que jogavam regularmente games de guerra diminuíram os níveis de agressividade de seus pesadelos sobre os combates.

Os soldados que não jogavam videogame disseram ter mais sonhos violentos combinados a um sentimento de desamparo, segundo Jayne Gackencach, pesquisadora da Universidade Grant MacEwan, no Canadá. Para não contaminar os resultados do estudo, foram eliminados os militares com diagnóstico de doenças mentais.

Os soldados estudados foram divididos em dois grupos. O primeiro era formado por pessoas que jogavam com frequência quase diária games de combate mais imersivos como Call of Duty, World of Warcraft e Red Dead Redemption. O segundo grupo era formado por militares que raramente usavam o videogame e que costumavam jogar games mais casuais.

Os resultados mostraram que os jogadores assíduos tiveram pesadelos menos intensos sobre guerra e disseram que geralmente eram capazes de lutar contra as ameaças no sonho. Já aqueles que não têm costume de jogar, disseram passar por mais pesadelos com sentimento de agressividade e impotência.

A pesquisa ainda deve levar algum tempo para apresentar resultados mais consistentes. Mas a cientista responsável trabalha com a hipótese de que jogar games violentos serve como uma espécie de simulador de ameaças enquanto acordado. E isso poderia ajudar a condicionar a mente dos soldados para suportar situações intensas e perigosas nos pesadelos. Fonte

Etiquetado , , ,

#Noticias – Prefiro escapa fedendo do que morre cheiroso.

O motorista de um caminhão-reboque que conduzia um outro caminhão por estrada sinuosa e com bastante neve em Leirosen (Noruega), teve uma rápida reação e conseguiu escapar quando o veículo que ele dirigia e o que rebocava acabaram caindo em um precipício. O acidente aconteceu no último domingo.
O motorista do caminhão rebocado não teve a mesma sorte e caiu junto com o veículo. O seu estado é grave, informou o “Sun”.fonte

Etiquetado , ,

#Noticias – Bebado fã do Queen!

Bêbado canta música do Queen no carro da polícia ao ser preso. Cena foi filmada em carro da polícia montada do Canadá. Homem interpretou a famosa canção ‘Bohemian Rhapsody’.

Após ser preso alcoolizado, um homem foi flagrado pelas câmeras do carro da polícia cantando a música “Bohemian Rhapsody”, do Queen, enquanto estava no banco de trás do veículo. A cena foi filmada em carro da polícia montada do Canadá.

O vídeo foi filmado no dia 27 de novembro de 2011 em Edson, na província de Alberta, mas foi divulgado nesta semana pela imprensa canadense.

Continuar lendo

Etiquetado , , ,

#Video – Drugs

– Esse video foi gravado no Ultra Music Festival em Miami, antes que falem das raves.

Etiquetado , , ,

#Imagens – Arte em parafusos

O artista Andrew Myers desenvolve a arte de parafusos. O nome define, em sua simplicidade, a essência do trabalho do artista nascido na Alemanha, mas com influência espanhola; devido ao fato de ter passado sua infância e adolescência na Ciudad Real, na Espanha. Hoje, Myers trabalha na Califórnia, EUA, local onde estudou arte e começou a parafusar retratos na parede. As composições feitas por ele, além de contar com parafusos encaixados de maneira sobressaliente, também mostram as habilidades do artista na pintura – a tinta óleo- e colagens, produzidas a partir de folhas de lista telefônicas; que dão acabamento à obra. Continuar lendo

Etiquetado , , ,
Anúncios